SEO – Porque Meu Blog Não Recebe Visitas?

Alcançar uma boa colocação no Google é o objetivo de todo produtor de conteúdo, mas às vezes negligenciamos certas regras básicas de SEO.

Pensando nisso, resolvi escrever esse artigo com dicas simples, mas extremamente eficazes para melhorar seu posicionamento nos motores de busca.

Há dois motivos que te trouxeram até aqui:

  • Você pesquisou exatamente o que está escrito no título do artigo e foi direcionado até aqui. Ou…
  • Você encontrou essa postagem em alguma rede social e o seu título chamou sua atenção.

Dica: Além de todas técnicas de SEO que você conhece, nunca despreze o poder de um título chamativo. 😉

Como a sua dúvida, com certeza, é saber como fazer para resolver esse problema (visitas ao seu artigo), então falaremos apenas dessa parte do SEO.

Preparei o infográfico abaixo para mostrar um caminho fácil e rápido.

Após sua leitura veremos mais alguns pontos que podem melhorar muito a comunicação com seu público e consequentemente seu rankeamento.


infografico SEO

Todo trabalho de SEO começa pela palavra chave

Pode parecer clichê (já tô vendo sua cara), mas será que você está fazendo sua pesquisa de palavra chave da forma correta?

Deixando de lado todo o tecniquês, afinal a internet está repleta de artigos e vídeos muito bons que ensinam tudo sobre como usar ferramentas de pesquisa de palavras chave e técnicas de SEO, vamos direto ao que interessa quando fazemos uma publicação.

Foque nesses pontos:

  • Resolver o problema de quem chega ao seu artigo;
  • Cumprir uma missão estabelecida por você previamente.

Quando fizer sua pesquisa, seja no planejador de palavras chave do Google ou em qualquer outra ferramenta, tenha em mente o seguinte:

  • Para que vou escrever esse artigo? Qual meu objetivo com essa publicação?
  • Para quem vou escrever? Qual é meu público?
  • Qual é o número de pesquisas feitas para essa palavra?
  • Quem são meus concorrentes?

São quatro passos que todos alegam conhecer e praticar, mas acredite, geralmente não fazemos o dever de casa.

PARA QUE VOU ESCREVER ESSE ARTIGO?

Provavelmente você que está lendo esse artigo é afiliado ou candidato a ser, então sua publicação deve ter um propósito claro e bem definido por você.

É um artigo de conversão?

Caso seja, você estudou toda a página de venda do produto? Assistiu aos vídeos e está inteirado dos benefícios que esse produto pode trazer para quem o adquirir?

Perguntou a si mesmo:– Eu compraria esse produto?

Se sua resposta for não, troque de produto.

Não vale a pena divulgar algo que não agrada até mesmo quem está fazendo sua promoção!

É um artigo para gerar autoridade?

Você tem domínio sobre o assunto? Pesquisou em fontes confiáveis e principalmente: esse artigo vai resolver o problema de quem lê-lo?

Muitas vezes esquecemos desse que é o maior objetivo de nossas publicações: resolver problemas!

Cumpra o que promete em seu título e as visitas virão naturalmente.

Quer aumentar sua lista de e-mail?

Tem recompensas apropriadas? Suas recompensas são mesmo capazes de trazer soluções ao leitor ou são mais um PDF, vídeo, seja o que for feito de forma desleixada?

Sempre entregue material rico, bem elaborado e com conteúdo tão bom que poderia ser facilmente vendido. Essa é a regra.

Para ter boas sacadas sobre marketing digital e SEO acesse a biblioteca Leadlovers. Lá tem muito material gratuito que vale por um curso completo.

PARA QUEM VOU ESCREVER ESSE ARTIGO?

Você sabe exatamente quem é seu público? Fez sua pesquisa sobre sua persona de forma efetiva?

Você consegue saber exatamente o que o seu público quer?

Consegue ver, ouvir e sentir como ele?

Esse é o ponto chave da questão. Muito mais importante que qualquer técnica para rankeamento baseada somente em SEO.

Quando é estabelecida uma comunicação de pessoa para pessoa com seu público alvo, você chegou no ponto ideal.

Ao pesquisar sua palavra ou palavras ideais, pesquise exatamente como sua persona faria.

Olhe o mundo ao seu redor como se você fosse sua persona.

Agindo assim você mergulha em seu mundo (Da persona) e consegue saber exatamente quais são as dúvidas e questionamentos do seu público. Consequentemente fica mais fácil acertar em cheio quais palavras chave trabalhar.

Um ponto importante a saber se você é um afiliado e pretende fazer vendas pela internet é que as pessoas só compram de quem elas conhecem, gostam e confiam.

A comunicação deve seguir exatamente essa ordem. Seu público precisa:

# TE CONHECER

Seja através das redes sociais ou pelo seu blog ou site.

É sempre bom “dar a cara a tapa”.

Expresse suas opiniões e sempre ensine o que sabe de forma a ajudar de verdade. Esqueça as intenções de vendas imediatas.

Produza informação constante e você verá as vendas acontecerem naturalmente, pode acreditar.

O grande segredo de quem converte muitas vendas é produzir bons conteúdos sempre.

Há uma nova mentalidade no meio dos afiliados que diz não haver necessidade disso para alcançar resultados. Basta fazer bons anúncios e caprichar na copy.

Mas as pessoas que apregoam isso aos quatro ventos estão sempre produzindo materiais muito bons em seus blogs, fanpages e canais do YouTube!

Já parou pra pensar nisso?

# GOSTAR DE VOCÊ

Não é tão fácil agradar a todos, principalmente na internet onde há experts em qualquer tipo de assunto. Mas com educação e cortesia tudo se resolve. (rsrsrs…)

Responda todos os comentários, ofereça material gratuito de qualidade e se possível dê apoio pessoal aos seus seguidores.

Não custa nada e acredite, vai te trazer uma satisfação inigualável saber que alguém se beneficiou com suas ações.

Isso por si vai fazer com que seu público goste de você. (Reciprocidade)

# CONFIAR EM VOCÊ

Outro ponto que muitas vezes é negligenciado: a confiança!

Falando de afiliado para afiliado, sejamos francos. Quantas vezes no afã de conseguir uma venda você indicou um produto que mal conhecia?

Esse é o primeiro passo para a derrocada de todo trabalho feito.

Indique produtos comprovadamente bons e que não vão ser uma decepção para quem adquirir.

Prove por A + B que os métodos que você ensina em suas publicações realmente funcionam e principalmente tenha a humildade de reconhecer quando errar.

Reconhecer os próprios erros é sinal de bom caráter e todos gostam disso.

Para ajudar na construção do seu público alvo perfeito baixe nossa planilha para construção de personas. 💡

privacy Suas informações estão seguras.

QUAL É O NÚMERO DE PESQUISAS FEITAS PARA ESSA(S) PALAVRA(S)?

Reza a lenda que um volume igual ou menor a 1000 pesquisas por mês deve ser ignorado.

Sou cético em relação a isso por um motivo bem óbvio: se todos ignorarem um termo por haver somente 1000 (ou menos) pesquisas realizadas, quem vai suprir essas pessoas que pesquisaram?

São possíveis 1000 visitantes caso você consiga ranquear bem para o termo pesquisado.

No marketing digital não há verdades absolutas. O que há são testes, até mesmo quando falamos em termos de SEO.

Não há um grande número de pessoas pesquisando:  Porque Meu blog Não é Visitado?

Mesmo assim esse termo está suprindo sua necessidade (Espero!).

Falo isso para pequenos blogs como esse aqui. É lógico que se seu site é de grande porte realmente esse número de visitantes é desprezível.

Outro fator importante a ser mencionado é que quanto maior o volume de pesquisa, maior será a concorrência e isso demandará mais tempo e pesquisa para elaborar um bom material para ser oferecido.

Vou insistir novamente para fixar (sei que sou repetitivo): gaste um bom tempo elaborando suas publicações e só libere o material quando você mesmo estiver satisfeito com o que lê, ouve ou vê.

O que importa é procurar sempre proporcionar a melhor experiência para seu público e não pensar apenas na otimização para os motores de busca do Google(SEO).

QUEM SÃO MEUS CONCORRENTES?

Observar o comportamento da concorrência e a tendência do mercado é uma prática saudável e que vai te manter atualizado.

Procure saber quais os temas mais abordados e faça suas publicações guiado por eles.

Eu disse para ser guiado, não copie. Isso gera penalidades no Google e seu artigo corre o risco de ser condenado às profundezas.

Um site que te ajudará muito nessa tarefa é o MOZ. 

Nele você terá uma clara visão da autoridade de seus concorrentes e do quão difícil será rankear para uma palavra chave específica.

Nessa aula gratuita o pessoal do curso Blog Do Zero vai te mostrar como essa ferramenta é útil na sua estratégia de SEO.

OUTROS FATORES QUE “APARENTEMENTE” INFLUENCIAM NO SEO

Porque eu disse “aparentemente”? Por uma simples razão: ninguém até hoje conseguiu desvendar os parâmetros que o algorítmo do Google usa para rankear artigos!

Numa pesquisa em vários sites especializados (deixarei os links) fiz um apanhado de fatores que podem influenciar no SEO.

Quero deixar claro que essas informações não são oficiais do Google mas sim coletadas de sites confiáveis e que produzem matérias sobre marketing digital.

Antes de qualquer ação para otimizar seu site ou blog tenha instalado o plugin YOAST SEO, que na minha opinião é o melhor plugin de otimização para os buscadores.

Baixe o YOAST SEO nesse link.

META DESCRIÇÃO

SEO metadescriçãoA meta descrição, segundo o próprio Google, não é um fator  de rankeamento. Mas por apresentar uma breve descrição do que será encontrado no artigo e mostrar as palavras chave pesquisadas em negrito, chama a atenção de quem está realizando a pesquisa, aumentando as chances do link ser clicado.

Então fica a dica: faça uma boa meta descrição dando prioridade à palavra chave e procure resumir com precisão o que será encontrado no artigo.

LINKAGEM INTERNA

Você tem muito trabalho para produzir artigos para seu site ou blog, então não esqueça de interligá-los sempre que possível.

É uma excelente estratégia para turbinar seu SEO.

Fazendo linkagem interna o tempo de permanência do leitor será bem maior em seu domínio e isso é visto com bons olhos pelo Google como um indicativo de qualidade em seus conteúdos.

Um plugin para WordPress que vai te auxiliar na linkagem interna do seu blog é o SEO Smart Link.

Você pode baixá-lo nesse link.

DENSIDADE DA PALAVRA CHAVE

Não há uma quantidade ‘x’ de vezes que a palavra chave deva ser encontrada em seus textos, mas sim uma proporção em relação ao tamanho do texto.

Segundo o blog Resultados Digitais essa proporção deve ficar o mais próximo possível de 2%. Mas calma, isso não é uma regra. O Google leva em consideração muito mais a experiência do usuário.

Sendo assim desista da ideia de sair repetindo palavras chave por todo lado sem nexo. Isso levanta um alerta para o Google que vai penalizá-lo.

Priorize colocar sua palavra chave nos títulos H1, H2 e se possível nos demais, sempre pensando em harmonizar o texto e deixá-lo coerente.

No corpo do artigo repita a palavra chave de tempos em tempos dentro do contexto e de forma natural. Trabalhe o SEO sem prejudicar a experiência do usuário.

TAMANHO DOS CONTEÚDOS

Segundo o blog marketingdeconteúdo, artigos com 1000 ou mais palavras têm maiores chances de um bom rankeamento.

Por serem artigos grandes o Google entende que sejam mais abrangentes e com informações mais profundas.

TEMPO DE CARREGAMENTO DO SITE

Essa é uma informação confirmada pelo próprio Google.

A velocidade de carregamento dos sites influencia diretamente na satisfação dos visitantes e isso é o que importa.

O plugin W3 Total Cache pode ser utilizado para melhorar o carregamento de seu site.

Dê atenção a esse detalhe em sua estratégia de SEO pois vejo muitos sites que não dão a devida atenção a isso e perdem visitas.

Pesquisas indicam que normalmente uma pessoa não espera mais que 4 segundos para o carregamento de uma página.

RESPONSIVIDADE

Com o crescimento do uso de Smartphones e Tablets para acessar a internet, torna-se imprescindível que seu site seja responsivo, ou seja:

Ele deve exibir perfeitamente suas páginas nos dispositivos móveis sem perda de qualidade ou informações.

Antes de escolher o template do seu site verifique se ele é responsivo.

CONTEÚDO ÚNICO E DE VALOR

De todos os fatores esse é o mais relevante para o SEO. Como já foi dito várias vezes, produza conteúdos únicos e com muita informação.

Você pode se inspirar em outros sites mas jamais copie um conteúdo pois isso será punido pelos mecanismos de busca e todo seu trabalho terá sido em vão.

O ENVIO DO SITEMAP.XML É FUNDAMENTAL PARA O SEO

O Google leva um bom tempo para indexar seu site e isso é ruim, pois enquanto a indexação não acontecer seus artigos não aparecerão nas buscas.

Uma forma de acelerar esse processo é enviar você mesmo o arquivo sitemap.xml do seu site.

COMO FAZER O ENVIO DO SITEMAP.XML

Preparei esse passo a passo para facilitar. São etapas simples mas muito importantes para um bom trabalho de SEO. Então vamos lá!

Antes de começar o passo a passo você precisará ter instalado o Filezilla e conectá-lo ao seu servidor.

Conecte-se ao Google Search Console

Se você ainda não cadastrou seu site no Google Search Console veja o tutorial abaixo. Novamente digo que é importante ter o plugin YOAST SEO instalado para economizar tempo nos procedimentos a seguir.

Clique nas imagens para ampliá-las e não perder os detalhes.

Depois de logar você verá esse painel:SEO google search console1. Clique na imagem do seu site.

2. Na aba Rastreamento clique em Sitemaps. Você será levado para essa tela:

tutorial SEO

3. Acesse site  XML-Sitemap.com

4. No campo Starting URL insira o endereço do seu site.

5. Em Change Frequency marque com qual frequência você atualiza suas postagens. Não minta! Se você atualiza semanalmente marque essa opção.

Tuto SEO

6. Em Last Modification marque Use server’s response.

tuto SEO 1

7. Em Priority marque Automatically Calculated Priority

PRIORITY

8. Agora clique em start e aguarde o arquivo sitemap.xml ser gerado.

start9. Copie todo o código gerado e cole em um bloco de notas. Renomeie o arquivo do bloco de notas para sitemap.xml

Tuto 5

10. Abra o Filezilla e envie o arquivo sitemap.xml para seu servidor. Abaixo há um tutorial caso você não saiba como fazer.

  • Retorne ao Google Search Console;
  • Clique em adicionar sitemap;
  • Digite no campo após o endereço do seu site: sitemap.xml;
  • clique em enviar.

fim tutorialPronto! Seu site será indexado pelo Google. Mas não espere que seja imediatamente. A operação pode levar de alguns dias a semanas, isso depende unicamente do Google.

Aconselho fazer isso a cada nova publicação para ter suas postagens indexadas mais rapidamente.

Nas outras vezes que for fazer o procedimento as etapas serão encurtadas bastando gerar o arquivo no site  XML-Sitemap.com, carregá-lo para seu servidor via Filezilla e no Google Search Console clicar em enviar novamente.

reenvio (2)

CONCLUSÃO

Então é isso. Se você chegou até aqui é porque realmente leva a sério seu trabalho na internet e quer melhorar dia após dia, parabéns!

Esse artigo tem a finalidade de ajudar quem precisa melhorar seu posicionamento nos mecanismos de busca com dicas simples de SEO que se implementadas vão, com certeza,surtir efeito a médio e longo prazo.

São apenas técnicas bem básicas de SEO mas que muitas vezes são esquecidas e por isso fiz questão de relembrar.

Quero te agradecer por ter ficado comigo até aqui e pedir que caso tenha achado esse artigo útil, compartilhe-o em suas redes sociais e deixe seu comentário com sugestões ou críticas. Isso é muito importante para mim.

Essas dicas e muito mais podem ser encontradas no treinamento NINJA DE SEO. Um curso rápido que te ensina técnicas de SEO que realmente funcionam sem ter que gastar com cursos caríssimos

Assista ao vídeo:

ninja SEO

 

Summary
Review Date
Reviewed Item
SEO – Porque Meu Blog Não Recebe Visitas?
Author Rating
51star1star1star1star1star

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *