3 MELHORES ESTRATÉGIAS DE E-MAIL MARKETING E MAIS 9 GATILHOS MENTAIS PARA UMA CAMPANHA DE SUCESSO

melhores estrategias de e-mail marketing mailDentro do Marketing Digital existem muitos canais, ferramentas e estratégias diferentes para atingir os objetivos estabelecidos.

Dentre elas, o E-mail Marketing é um instrumento ou ferramenta que, feito corretamente, possui o ROI (ou Return Over Investiment ou Retorno Sobre o Investimento) mais alto de todos.

Ao produzir e entregar seus e-mails de forma estratégica, você pode alcançar todos os objetivos estabelecidos de uma maneira simples e muito econômica.

Todos nós sabemos que criar, desenvolver estratégias de e-mail marketing efetivas não é uma tarefa fácil.

Se quisermos aumentar o engajamento de nossos clientes, nossos e-mails terão que ser originais, impressionantes e atraentes.

Mas quais as melhores estratégias de e-mail marketing a serem seguidas?

Quais técnicas podem ser empregadas para obter sucesso em nossas campanhas?

As melhores estratégias de e-mail marketing são pautadas em diversas práticas que vão desde gentileza e pontualidade passando pela utilização da escrita persuasiva.

Assim, nesse artigo vou falar de forma geral sobre estratégias que considero indispensáveis.

Foi através delas que eu consegui alcançar o êxito tão esperado.

Primeiro vou falar de 3 Melhores Estratégias De E-Mail Marketing Para Uma Campanha De Sucesso.

No geral elas  costumam ser negligenciadas, portanto gostaria de pontuá-las aqui.

Na sequência vou falar sobre os Gatilhos Mentais e de como eles podem ser empregados de forma a obter êxito em suas campanhas.

Aprenda Aqui A Criar Uma Sequência De E-mails De Alta Conversão.

3 MELHORES ESTRATÉGIAS DE E-MAIL MARKETING PARA UMA CAMPANHA DE SUCESSO

e-mail-marketing-produtividade-compressor

1-ESTRUTURE DE FORMA CORRETA

É importante seus e-mails serem escritos em uma estrutura fixa. A estrutura básica de um e-mail é composta de 3 partes:

#Título (Headline)

A introdução deve ser clara e objetiva. Todos os dias as pessoas recebem dezenas de e-mails, portanto vá direto ao ponto.

Para mim, o título deve ser uma extensão do assunto do e-mail e não deve exceder duas frases.

Mas bem antes da introdução há um elemento que desempenha um papel decisivo se o seu destinatário irá ou não abrir seu e-mail:  O que você escreve no campo do assunto.

e-mail marketing messenger

Muitas pessoas descartam o e-mail de acordo com o que está escrito nesse campo.

Algumas vezes basta colocar o título do e-mail, mas nem sempre.

Procure ser criativo e evite colocar frases sem sentido, fora de contexto. Envie esse e-mail para um amigo e pergunte a opinião dele.

Envie o e-mail a si mesmo e se pergunte quão interessante você o achou, se desejou abri-lo seja sincero nesse ponto.

O feedback é essencial.

Evite inserir noreply @ dentro do e-mail de resposta.

Assim, você conhecerá a opinião de seus clientes e poderá responder suas dúvidas.

#Conteúdo (Texto Argumentativo)

Identifique-se. Quando enviar um e-mail sempre diga quem você é.

Utilize um e-mail profissional e o logo (ou nome) de seu blog ou empresa.

Isso inspira confiança ao seu conteúdo. Boas práticas de e-mail são baseadas na confiança.

Quanto ao tom do texto, fale sempre na linguagem um para um.

Se você fez um bom trabalho pesquisando quem é sua audiência, saberá exatamente que tom e quais palavras deve empregar para se comunicar efetivamente.

Se não fez, faça agora baixando nossa PLANILHA PARA CONSTRUÇÃO DE PERSONAS.

O texto deve ter um apelo emocional.

Dependendo do seu objetivo (se for uma venda) também deve ter uma parte racional na qual você deve deixar bem claro qual é a oferta e o benefício desta oferta.

Uma boa alternativa é abrir o texto com uma pergunta retórica, ou mesmo ir direto ao ponto.

Depende de sua estratégia, da fase do funil em que o leitor se encontra, do que você deseja obter.

#Chamada Para Ação (Call To Action)

Deve ser concisa e clara: Clique aqui! Veja o vídeo! Confira o artigo! Compre agora!

2-UTILIZE A SEGMENTAÇÃO

Os clientes são diferentes uns dos outros. Eles têm necessidades diferentes e interesses únicos.

Ter uma lista com muitos seguidores é algo que todos queremos.

Para que nossas estratégias de e-mail marketing funcionem perfeitamente, precisamos dividir essa lista em segmentos muito menores.

Assumimos então que existem grupos de clientes similares uns aos outros e diferentes uns dos outros.

Isso nos permitirá definir diferentes estratégias para cada grupo, no plano de marketing.

Segmentar é identificar estes grupos homogêneos e encaixar os clientes neles.

Daí em diante envie conteúdo muito mais personalizado para cada um de seus leitores.

Agindo assim você aumenta a taxa de abertura, clique e conversão.

A segmentação de clientes não deve ser confundida com a segmentação do mercado.

A segmentação de mercado descreve um mercado baseado no tipo de clientes que o compõem, mas onde os clientes não são identificados. Portanto, não é possível usar a segmentação para estabelecer uma relação personalizada.

Lembre-se que quanto mais segmentado for, melhor.

3-PERSONALIZE

Se você estiver em uma sala cheia de pessoas e alguém chama:

“Heiii, você”! Você vai prestar atenção? Creio que não!

Mas se alguém chama seu nome, bem, acredito que com certeza essa pessoa terá sua atenção imediata.

Este fato também é transferível para o mundo digital.

Criando mensagens personalizadas em nossos e-mails podemos aumentar o número abertura ou cliques na taxa em 650%.

Por quê? Muito simples, porque ao personalizar as mensagens, o usuário percebe uma relação entre ele e você e isso quebra o gelo inicial.

Quer saber tudo sobre marketing digital,estratégias de e-mail marketing e automação de vendas?  CLIQUE AQUI!

O EMPREGO DOS GATILHOS MENTAIS

e-mail marketing plug

Também chamados de gatilhos emocionais ou gatilhos psicológicos, os gatilhos mentais fazem parte da chamada escrita persuasiva que é a base de toda copy.

Pegue AQUI seu e-book gratuito de copywriting!

Contudo, gostaria de observar aqui que escrever uma copy é bem mais do que apenas juntar palavras e empregar gatilhos aleatoriamente.

É necessário que tiremos um tempo para estudá-los e um tempo para aprender como empregá-los.

Gostaria de dizer que os gatilhos quando bem empregados constituem uma das mais potentes formas de persuasão que temos ao nosso alcance.

Antes, o que são gatilhos mentais e como funcionam?

A palavra vem do inglês trigger (gatilho) e podemos defini-los como disparadores psicológicos.

Os disparadores psicológicos (gosto mais desse termo) são estímulos ou motivadores potenciais que desencadeiam sentimentos e / ou comportamentos inconscientes.

Sua origem se encontra nas associações que criamos ao longo de nossas vidas e que formam a base do nosso comportamento e que na maioria das vezes realizamos no “piloto automático.”

Não há dúvida de que o uso de técnicas de persuasão deve ser amplamente empregado na estratégia de e-mail marketing, mas a primeira coisa que devemos ter em mente é que:

Persuasão não é manipulação.

Ambos são métodos para convencer as pessoas e gerar comportamento, mas com diferentes bases éticas.

Manipular é usar formas habilidosas que distorcem a verdade e servem interesses particulares, enquanto persuadir é induzir ou motivar alguém através do uso de razões.

Dito, isso, aqui estão 9 gatilhos psicológicos para aplicar técnicas persuasivas que você pode começar a usar hoje em sua estratégia de e-mail marketing.

9 GATILHOS MENTAIS PARA ESTRATÉGIAS DE E-MAIL MARKETING DE SUCESSO

# 1. Princípio da Reciprocidade

É um dos princípios citados por Robert Cialdini em seu livro “Influência: a Psicologia da Persuasão” e um dos pilares da cultura humana: retribuir o que recebemos.

Sua base é simples: quando você recebe algo de valor, fica muito mais disposto a devolver do mesmo modo.

Uma tática bastante comum é oferecer algo de valor como um curso, um template ou e-book na forma gratuita ou freemium.

Consequentemente, quem receber esse recurso gratuito se sentirá em dívida e terá maior probabilidade de comprá-lo, compartilhar seu conteúdo ou recomendá-lo em troca do que está fazendo por eles.

# 2. Exclusividade

Quem não gosta de se sentir único e especial? Cada pessoa se imagina dentro de um segmento, grupo social ou status.

A exclusividade é um chamado direto à autoconfiança e ao poder.

Ele proporciona satisfação emocional na medida em que nos sentimos alguém de valor e nos dá um status mental e social.

A exclusividade é fortemente explorada por marcas como Apple e Mercedes Benz.

# 3. Autoridade

O poder das referências e associações. O poder dos símbolos.

É mais fácil para nós adotarmos um comportamento ou aceitar uma opinião se vier de alguém ou algo que respeitamos.

É uma ferramenta poderosa para criar confiança e credibilidade.

A maneira mais frequente de aplicar esse gatilho psicológico como técnica de persuasão é mostrar testemunhos de pessoas relevantes ou influentes de seu setor ou nicho de mercado.

# 4. Provas Sociais

Outro princípio mencionado por Robert Cialdini é que faz parte de nossa inclinação humana querer alinhar com o grupo, pois adotamos comportamentos e pensamentos comuns (conduta gregária).

Sua base é simples: uma vez que é validado por outras pessoas, algo será mais fácil de ser aceito.

A ideia subjacente aqui é: ‘’Se eles fizeram eu também posso’’. ‘’Se eles têm eu também posso ter.’’

Mostrar recomendações ou implementar um sistema de pontuações ou votos, é uma das maneiras de usar esse gatilho psicológico como uma técnica de persuasão.

A Amazon utiliza bastante esse recurso.

# 5. Associação

Desde o nascimento, estamos inculcados com essa necessidade, primeiro a família, depois na escola e amigos, depois nos grupos de trabalho e sociais; e assim uma longa lista.

Algumas pessoas gostam da solidão, mas basicamente somos seres sociais e via de regra preferimos pertencer a um grupo.

Palavras como comunidade, tribo, clube, associações; são poderosos para desencadear o desejo de pertencer a um grupo.

# 6. Repetição

A repetição é muito relevante para a psicologia comportamental.

Ela serve para criar hábitos e viés cognitivos, também chamados de atenção.

Sua implementação é simples: use a repetição para ajudar as pessoas a se lembrar do que você deseja.

A sua eficácia consiste em usá-lo na medida certa, seja claro na mensagem que você repete e tenha várias versões dela.

# 7. Curiosidade

Não dizemos que a curiosidade matou o gato? Exatamente!

Estudos têm demonstrado que o nosso cérebro reage quando descobre que existe um espaço entre o que sabemos e o que queremos saber.

Nós nos mobilizamos para “preencher” esse espaço vazio e neste processo encontramos prazer.

Seu princípio é poderoso: a curiosidade ativa a necessidade de auto aperfeiçoamento.

# 8. Empatia

Aqui falo sobre a tendência de inclinar-se para o que gostamos, somos semelhantes, relacionados ou familiares.

Seu efeito sobre o comportamento é poderoso: somos mais abertos e confiantes para o que achamos agradável.

A empatia passa  uma boa impressão ou imagem, quando existem valores comuns ou o uso de estereótipos.

#9. Escassez /Urgência

Para entender como o desencadeamento mental da urgência / escassez funciona, primeiro devemos entender como a mente do consumidor funciona.

Em muitas ocasiões de compra, os clientes seguem as seguintes etapas:

  1. Reconhecimento da necessidade;
  2. Busca de informações;
  3. Avaliação das alternativas;
  4. Compra.

O intervalo entre cada estágio pode durar vários segundos, horas, dias ou meses.

Ou, no pior dos casos, a compra pode não ser feita, pois é muito comum que eles pensem que não é uma prioridade.

Em troca, você notou que tudo o que está menos disponível é mais valorizado?

Um produto torna-se mais desejável quando é escasso.

Muitas vezes, até mesmo gera paixões como algumas marcas de luxo.

Você já sonhou com uma Ferrari?

Uma das maneiras de trabalhar com este gatilho mental é apresentar na sua campanha de marketing uma validade para uma oferta.

O que vem à mente do cliente é: tenho uma excelente oportunidade de desconto, mas se eu não comprar agora, eu perdi.

Bem, é precisamente esse sentimento de perda (com urgência e escassez), juntamente com uma ansiedade positiva, que deixa a razão à parte e acelera o momento de decisão de uma compra.

Para utilizar esse gatilho, empregue-o de forma verdadeira, e utilize aceleradores de decisão (‘’apenas 24 horas’’, ‘’apenas até quinta-feira’’) e cumpra o prometido.

Estratégias de E-mail Marketing Conclusão:

Não adie o momento para começar a testar essas técnicas ou para repetir o que é mais efetivo de acordo com seu tipo de projeto público e objetivos.

Procure aplicá-los com ações concretas em sua estratégia de marketing e comunicação até encontrar o mais efetivo de acordo com sua audiência.

A maioria dos e-mails que recebemos são quase todos iguais.

Usam as mesmas frases, padrões de escrita e gatilhos de forma indistinta.

Por isso a necessidade de segmentação e personalização a partir de uma análise pertinente.

Lembre-se que para se destacar, você deve escrever de forma diferente, demonstrar uma personalidade própria.

Fuja de palavras vazias e, acima de tudo, dê ao prospect um motivo para gastar mais um segundo do seu valioso momento.

Agora que você já sabe da importância das estratégias de e-mail marketing, veja também esse conteúdo com muito material para suas campanhas.

Sucesso Sempre!!  😎

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *