Como Escrever Um Bom Artigo – 3 Práticas Poderosas Para Seu Sucesso!

Como escrever um bom artigo é uma pergunta que recebo constantemente do pessoal que acompanha o blog.

É muito frustrante quando você passa horas ou até dias escrevendo aquele artigo perfeito na sua opinião e que depois de publicado simplesmente não é compartilhado, tão pouco comentado.

Isso gera um desânimo que pode levar muita gente a desistir do sonho de ter um blog de sucesso.

Escrever para web é diferente de escrever para outras mídias e há certas regras e estruturas a serem seguidas.

Não é nenhum bicho de sete cabeças e com prática e um pouco de estudo você será capaz de produzir conteúdos realmente épicos.

Para incentivar quem começa e ajudar a quem já está no rumo certo, resolvi publicar esse pequeno guia de como escrever um bom artigo para blog de maneira simples.

Fique comigo até o final do artigo e garanto que sairá daqui sabendo como escrever um bom texto para seu blog.

Como Escrever Um Bom Artigo – Decida primeiro Qual Será Sua Palavra-Chave

como escrever um bom artigo para blog

 

Todo blog precisa ter um público alvo e um nicho bem definidos.

Sendo assim, suas postagens devem satisfazer os desejos desse público.

Isso parece ser bem evidente mas, como nos ensina o saudoso professor Darcy Ribeiro no seu texto Sobre o óbvio, às vezes precisamos de muito estudo para deduzir o simples.

Partindo do princípio que você já conheça muito bem sua persona, caso não conheça leia isso, sua primeira ação será definir o tema do seu artigo baseado em uma ou mais palavras-chave relevantes para seu público.

Todo artigo tem que ser produzido com um propósito e é durante a escolha do tema que você definirá qual meta quer atingir usando palavras-chave certeiras.

Dedique-se a saber quais palavras são importantes para seu segmento(nicho) e para sua concorrência.

Isso possibilitará que seu artigo seja mais facilmente encontrado e te colocará no caminho certo em termos de SEO.

Como empreendedor que possui um blog, você já deve conhecer as palavras-chave  principais do seu nicho e saber que a concorrência por elas geralmente é acirrada.

Contorne essa situação dando preferência à pesquisa de palavras de cauda longa e crie uma lista com várias delas antes de redigir seu artigo.

Palavras-Chave de Cauda Longa

O termo ficou famoso depois que Chris Anderson publicou seu livro “A Cauda Longa – Do Mercado de Massa para o Mercado de Nicho”.

Ele faz parte de uma estratégia de marketing digital onde se segmenta o público de forma a fazer com que sua mensagem seja encontrada pela persona ideal.

É composto de três ou mais palavras que podem até mesmo formar uma frase.

Como exemplo podemos analisar esse artigo que você está lendo.

Para a pesquisa como escrever um bom artigo encontramos muitas variações como podemos ver abaixo:

pesquisa de palavras-chave

Como meu público-alvo quer aprender a escrever para blogs, posso atingir exatamente esse pessoal usando o termo mais nichado como escrever um bom artigo para blog.

Isso evita que pessoas que pesquisem somente pelo termo amplo (como escrever um bom artigo) acabem acessando algo que não lhes interessa.

Como não há interesse no artigo específico sobre como escrever para um blog, o visitante sairá rapidamente da página.

Isso influencia na taxa de rejeição e é prejudicial para o SEO do blog.

Pode parecer contraproducente usar um termo com menos pesquisas, mas o efeito é justamente contrário.

A mensagem é direcionada às pessoas que têm interesse na publicação!

Suas taxas de conversão serão melhores, assim como o tempo de permanência do leitor em suas páginas.

A seguir vamos ver algumas ferramentas úteis para te ajudar nas pesquisas.

Ferramentas Para pesquisa de Palavras-chave

google seach

Google Keyword Planner

A ferramenta de pesquisa de palavras-chave do Google é cheia de recursos e a preferida dos empreendedores.

Para utilizá-la você terá que cadastrar uma conta no Google Adwords.

Caso não saiba como fazer, leia nosso artigo sobre Ferramentas de Marketing Digital Indispensáveis.

Com ela você pode pesquisar ideias baseadas grupos de anúncios ou palavras chave e ampliar seu leque de termos.

Com a última atualização infelizmente o número de pesquisas exatas só é mostrado para anunciantes.

Isso pode ser contornado fazendo-se um anúncio simples e de baixo valor.

Após a aprovação, basta pausar o anúncio e todas as funcionalidades estarão desbloqueadas.

Auto Complete do Google

Essa é uma poderosa ferramenta para pesquisar variações de palavras-chave que negligenciamos com frequência.

Basta começar a digitar um termo na caixa de pesquisas do buscador do Google e o próprio algorítimo te  mostrará várias opções semelhantes à sua pesquisa.

Outra boa dica é rolar a página inicial da pesquisa até o final e observar os “termos relacionados” à sua pesquisa.

Aqui também aparece uma lista com palavras-chave relevantes para sua procura.

Keyword Tool

Muito parecida com a opção anterior essa alterativa gratuita permite pesquisas de palavras-chave nas plataformas:

Ela oferece também uma lista de até 750 variações da palavra-chave pesquisada em ordem alfabética na versão free.

Como escrever um bom artigo depende de sua criatividade utilize essas variações de palavras chave ao logo do texto para otimizá-lo, mas sem exageros.

Ubersugest

Como o próprio nome diz essa ferramenta te mostra sugestões de palavras-chave à partir de um termo pesquisado.

É uma boa forma de expandir suas opções de palavras de cauda longa para seus artigos.

Escreva seu termo de busca e acrescente (uma por vez) letras a seguir.

Serão geradas palavras de cauda loga automaticamente e basta ir anotando num bloco ou planilha as que mais te servirem.

Existem mais ferramentas que serão úteis, mas essas quatro são um ótimo início.

Crie o hábito de garimpar por alternativas de plataformas que possam te ajudar a melhorar suas pesquisas.

No mundo competitivo do marketing digital quem domina as melhores ferramentas sai na frente.

Agora que você sabe a importância da escolha de palavras-chave, vamos ao segundo passo.

 Escolha o Título

escolha titulo

Saiba o que é marketing digital.

Marketing Digital – Saiba o Que É e Como Ele pode Mudar Sua Vida!

Em qual dos dois títulos você clicaria para fazer sua pesquisa? Com certeza no segundo, mas porquê?

Porque com certeza ele chamou mais sua atenção.

Nessa missão de mostrar como escrever um bom artigo chegou a hora de falar sobre como chamar a atenção do público para sua mensagem.

Você pode escrever um super conteúdo com muita informação e uma otimização para os motores de busca impecável, mas se o título não despertar o interesse do leitor de nada servirá.

Um bom título para artigo deve chamar a atenção do leitor e despertar nele o desejo de ler o conteúdo ao qual se refere.

Quando pensamos em termos de SEO, o título do artigo é um dos fatores de ranqueamento mais importantes, senão for o principal.

Afinal é ele quem transmite ao leitor e, creio eu, aos motores de busca também, o assunto principal do artigo.

Por isso deve-se dedicar um bom tempo na elaboração de um título que cumpra essa missão da melhor forma possível.

As palavras-chave devem aparecer no título e quanto mais no início melhor para um bom ranqueamento nos mecanismos de busca.

O título deve ser conciso e resumir de forma clara e objetiva o conteúdo de todo texto a ser lido.

Elementos de Um Bom título

Concisão: Resume o assunto a ser abordado de forma simples indo direto ao assunto.

Especificidade: é preciso que o título diga com clareza a qual assunto o leitor terá acesso e de preferência entregue uma solução aplicável ao final da leitura.

Comprimento: como já foi dito, o título tem que chamar a atenção do leitor e fazê-lo ter vontade de ler o artigo, então não adianta escrever Headlines enormes.

Na internet o comportamento do leitor é diferente e nos acostumamos a simplesmente a “passar a vista” pelos artigos e títulos.

Uma regra de ouro nesse caso é : menos é mais!

Poder: use em suas headlines as famosas “palavras  mágicas” que chamam a atenção e são poderosos gatilhos.

Palavras Que Convertem

Existem palavras poderosas que comprovadamente conseguem despertar desejos e emoções no público.

Os copywriters experientes usam essas palavras estrategicamente em seus textos para artigos, cartas de venda e headlines e você pode e deve usá-las também.

Complementando as informações desse post sobre como escrever um bom artigo para blog, vou deixar uma lista com algumas dessas palavras.

Lista de Palavras Mágicas

Formas, Oferta, Desconto, Hoje, Garanta, Conseguir, Adquirir, Alcançar, Conhecer, Maravilhoso, Único, Novo, Absoluto, Profissional, Segredo, Garantido, Ousado, Especial,

Pioneiro, Testado, Destino, Vitalício, Forte, Maior, Imediato, Genuíno, Expert, Limitado, Ilustre, Marcante, Simples, Apenas, Somente, Original, Verdadeiro, Garantia, Comprovado, Seguro,

Limitado, Você, Seu, Mais, Primeiro, Nós, Grupo,Seleto, Também, Dicas, Energia, Verdade, Poderoso, Completo, Chance, Raro, Acessível, Exclusivo, Qualidade, Valioso, Superior,

Gigantesco, Como, Atrativo,Fascinante, Ilimitado, Compromisso, Confiável, Formidável, Fundamental, Descoberta, Lucrativo, Inovador, Perspectiva, Tremendo, Lançamento,

Habilidade, Luxo, Incondicional,Melhor, Oportuno, Sagaz, Prosperidade, Enorme, Riqueza, Segurança, Crescimento, Oportunidade, Rapidamente, Surpreende, Revolucionário,

Monumental, Milagre, Sensacional, Mágica, Agora, Rápido, Aprovado, Último, Recente, Fácil, Recompensa, Importante, Fortuna, Urgente, Autêntico, Simples< surpresa, Encantado,

Emocionante, Valor, Revelado, Extraordinário, Multiplique, Maneiras, Caminhos, Sensacional, Prático, Super, Excelente, Confidencial, Prioridade, Gratuito.

Essa lista faz parte do E-book Copywriting – O Guia Para Vender Online 2.0 do infoprodutor Jordão Félix considerado um dos maiores copywriters brasileiros e especialista em vendas por e-mail marketing.

Estruture o Artigo

estruturar

Para finalizar esse passo a passo simples de como escrever um bom artigo para blog estudaremos sua estrutura.

Os hábitos de leitura de um usuário da internet são bem diferentes dos hábitos dos leitores de livros, revistas e jornais.

Segundo o site BuzzFeed, internautas leem praticamente apenas os títulos e intertítulos das matérias e só continuam a leitura se encontrarem o que procuram.

Sabendo disso o Google estabeleceu uma estrutura agradável ao leitor como um padrão a ser seguido.

Títulos e Subtítulos

Divida o texto em tópicos sempre respeitando a ordem de importância entre eles.

Caso seu site ou blog seja em WordPress use as sequências H1, H2, H3,… seguindo a ordem de relevância do assunto.

H1- Título do artigo

H2 – Título secundário

H3 – Subtítulo referente ao título secundário.

H4 – Subtítulo referente ao H3.

H5 – Subtítulo referente ao H4.

H6 – Subtítulo referente ao H5.

Introdução

Não basta ter um “título matador”e não manter a atenção do leitor para que ele continue em seu site ou blog.

Para escrever um bom artigo a introdução deve ser cativante e, se possível, detalhar o que está por vir mostrando ao leitor os tópicos abordados.

Uma boa opção é utilizar o plugin Table of Contents Plus que gera automaticamente uma tabela com os tópicos do artigo.

Essa prática ajuda o Google a entender melhor seu conteúdo, proporcionando um melhor posicionamento nas buscas.

Criando Uma Tabela de Conteúdo Para Suas Postagens

A criação de uma tabela de conteúdo não é um procedimento obrigatório, porém faz toda a diferença em matéria de comodidade para o usuário.

Ela pode ser construída através de códigos HTML mas isso pode ser um pouco trabalhoso e complicado.

Para facilitar esse trabalho basta instalar o plugin Table of Content Plus.

Após sua instalação vá em configurações na barra lateral do painel administrativo do WordPress e selecione a opção TOC+.

table of content plus

Na aba posição escolha a posição em que a tabela deve aparecer:

  1. Antes do primeiro título.
  2. Após o primeiro título.
  3. Início da página.
  4. Final da página.

O próximo passo é configurar a opção “exibir quando”.

Por padrão o plugin exibe a tabela quando o artigo tiver 4 ou mais tags de títulos e isso pode ser alterado para mais ou menos tags conforme você achar melhor.

Finalmente na aba “inserção automática para os seguintes tipos de conteúdo” escolha em quais conteúdos a tabela aparecerá.

Por padrão a tabela será exibida somente nas páginas.

Marque a opção post e, se preferir, desmarque a opção page. Essa escolha fica a seu critério.

Basicamente apenas essas configurações são necessárias para o uso comum dessa tabela em suas postagens.

Clique em atualizar opções e pronto! A tabela será gerada automaticamente quando seu artigo for publicado.

tabela

Conteúdo

Conteúdo é rei! Se você está envolvido com o marketing digital, certamente já ouviu várias vezes essa expressão.

Ela é o pilar central do novo marketing (Inbound marketing) que também pode ser chamado de marketing de atração.

Já vimos que para chamar a atenção do público devemos ser cuidadosos na elaboração dos títulos e manter seu interesse com uma boa introdução.

Agora vamos tratar do ponto principal que foi o motivo pelo qual o leitor encontrou seu blog: o conteúdo.

Ele deve entregar o que o título promete sendo uma leitura agradável e de fácil entendimento.

O texto deve ser escaneável para facilitar ao máximo a experiência do usuário aumentando seu tempo de permanência no site.

Quebre o Texto Com Parágrafos

Além da estrutura H1, H2, H3… é preciso quebrar o texto em diversos parágrafos curtos para torná-lo mais dinâmico.

Use parágrafos de, no máximo, 20 palavras mas sem interferir na coerência do texto.

Mais importante que otimizar seu conteúdo para os motores de busca é manter uma boa leitura para seu público.

Use Bullet Points

Bullet points facilitam a leitura, pois enumeram itens interligados melhorando a compreensão do texto .

Eles devem ser usados para mostrar sequências curtas de texto, caso haja muitos pontos a serem explorados prefira usar subtítulos.

Imagens  e Vídeos São Importantes

O uso de imagens e vídeos é recomendado para dar leveza e impacto visual ao conteúdo mas há pontos que devem ser observados como direitos autorais.

Utilize os bancos de imagens gratuitos ou pagos para fazer o upload de imagens/vídeos e ao utilizar vídeos do YouTube mencione o canal de origem.

Essa regra serve para qualquer conteúdo em seu blog: sempre deixe em evidência a fonte de onde coletou o seu conteúdo.

Jamais faça cópias ou plágio. O Google é um algorítimo inteligente e vai punir sua publicação colocando-a nas últimas colocações das buscas.

Use Negrito e Itálico

Destaque os pontos mais importantes do texto usando negrito e itálico para fixar ideias. Já foi provado que esse recurso melhora a absorção do conteúdo por parte do leitor.

Tamanho é Documento Sim!

Não é regra, nem posso afirmar que seja um fator de ranqueamento, mas artigos com 1500 ou mais palavras tendem a ficar nas melhores posições.

A explicação que desenvolvi é que se o seu artigo possui mais conteúdo significa que mais assuntos foram abordados e consequentemente mais informações serão encontradas.

Como o próprio “gigante das buscas” já afirmou, o objetivo do Google é sempre proporcionar ao  internauta a melhor experiência possível em matéria de informação e entretenimento.

Como Escrever Um Bom Artigo – Conclusão

Por fim, mantenha a coerência do seu texto e evite fazer rodeios. Se o assunto pode ser totalmente abrangido em um texto de 500 palavras faça isso!

Como última dica recomendo a instalação do plugin Yoast SEO para otimizar seu texto possibilitando um melhor posicionamento.

Espero ter contribuído de alguma forma e que você tenha compreendido como escrever um bom artigo para seu blog.

Caso tenha gostado desse conteúdo, compartilhe-o em suas redes sociais e contribua deixando seu comentário. Ele é muito importante para mim!

Quer produzir conteúdo ilimitado para seu blog em poucos minutos simplesmente inserindo ou ditando poucas palavras? Então conheça a inteligência artificial Zash conhecida como gerador de conteúdo. Basta clicar na imagem!

zash

Summary
Review Date
Reviewed Item
Como Escrever Um Bom Artigo - 3 Práticas Poderosas Para Seu Sucesso!
Author Rating
51star1star1star1star1star

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *